Curiosidades e lendas de Bombinhas - Entenda alguns nomes curiosos

Curiosidades e lendas de Bombinhas - Nomes curiosos
Bombinhas

Curiosidades e lendas de Bombinhas – Nomes curiosos

Você algum dia já parou pra pensar porque a cidade de “Bombinhas” tem este nome? Ou porque Praia da sepultura? Entenda agora algumas curiosidades de Bombinhas.

PRAIA DE BOMBINHAS: existem algumas versões para o nome de Bombinhas, uma delas seria que o barulho provocado pelo bater das ondas lembra o estouro de uma pequena bomba; e, a outra seria de que, ao caminhar sobre a areia da praia o som produzido parecia o de pequenas bombinhas estalando.

PRAIA DE BOMBAS: vem praticamente da mesma versão que a de Bombinhas, porém, por ser mais extensa o som produzido pelo bater de suas ondas é mais forte, lembrando o estouro de uma bomba maior.

PRAIA DE MARISCAL: devido a existência de um grande número do molusco popularmente denominado de marisco o qual era encontrado em abundância nas pedras que limitam esta praia.

PRAIA DE ZIMBROS: nome dado pelos primeiros açorianos que exploraram a região e que encontraram aqui esta planta da família das Pináceas, um arbusto que apresenta frutos aromáticos e medicinais. Das bagas de zimbros é feita a bebida alcoólica conhecida por genebra.

PRAIA DOS INGLESES OU RETIRO DOS PADRES: na metade do século XIX um navio inglês ficou avariado no local. Muita gente foi lá para ver o navio e seus tripulantes, pois nunca fora visto um inglês autêntico. Em 1967, a praia foi adquirida pela igreja católica, para ali ser construída uma casa de retiro; daí também o nome de Retiro dos Padres.

PRAIA DE QUATRO ILHAS: conhecida entre os nativos também como Praia de Fora, devido as suas características, ou para os demais, como Quatro Ilhas, por avistar-se, da praia, as quatro ilhas do litoral.

PRAIA DA SEPULTURA: já se chamou praia da Baixada, por causa da sua característica local. Em 1840 o major José da Silva Mafra mandou erguer duas taipas para cercar uma criação de porcos, ocasião na qual houve um sério desentendimento entre dois escravos, resultando na morte de um deles, que foi enterrado ali mesmo. Desde então passaram a chamá-la de Praia da Sepultura.

PEDRA DESCANSA DEFUNTO: encontra-se no alto do morro na divisa entre Bombinhas e Porto Belo, antes da abertura da estrada atual era o ponto mais alto do antigo caminho. Quando ocorria algum falecimento em Bombinhas (na época distrito de Porto Belo) o corpo do falecido era levado para o único cemitério, que era o da Igreja Matriz de Porto Belo, e os carregadores geralmente colocavam o caixão encima da pedra para tomar fôlego, antes de iniciar a descida. Segundo povo, o local é mal assombrado, à meia noite, as vezes ouve-se o canto de uma coruja, o choro de uma criancinha, aparece um feixe de luz e barulho de latas. Os mais velhos evitavam passar por lá, neste horário.

A CRUZ DA PRAIA DE FORA: dizem ter sido encontrada por dois homens que estavam na praia, teriam ficado tão impressionados que resolveram fincá-la bem no local onde a haviam achado. Contam que depois disso houve naquela praia um lance de tainhas jamais visto antes. Então, moradores e pescadores atribuíram a boa sorte ao fato de terem fincado a cruz. Desde então, todos os anos, no dia 03 de maio (hoje mais raramente), algumas pessoas, principalmente os que pescam tainha naquela praia, adornam, a cruz, com flores e fazem pequenas preces para que haja fartura como antes durante a pesca da tainha, cujo início ocorre mais ou menos, por esta época. Esta cruz encontra-se em Quatro Ilhas (Praia de Fora, como muitos nativos ainda a chamam).

Fonte: http://www.bombinhas.sc.gov.br/cms/pagina/ver/codMapaItem/35569

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *